Windows Live Messenger

sexta-feira, 19 de abril de 2013

Uma homenagem













































.




Uma homenagem aos massagistas do futebol
 Enviado por luisnassif, sex, 19/04/2013 - 15:06



Por Pisquila

Homenagem aos massagistas de clubes de futebol

Ele somente é lembrado nas transmissões esportivas, quando sai correndo para atender atletas contundidos nos  gramados e leva algum tombo risível nessa desabalada carreira. Ou então, quando o nosso time está perdendo e lá entra ele em campo nos minutos finais da partida, para atender aquele jogador adversário. Jogador esse, inclusive, que achamos que não está machucado coisa nenhuma e sim fazendo “cera” para esgotar o tempo de jogo. Sim, estamos falando dele, o massagista de time de futebol.  Antigamente eles apareciam nos pôsteres das revistas esportivas, quando os seus times sagravam-se campeões. A maioria das torcidas nem sabe os seus nomes. Poucos ficaram famosos. Desses, que recordo de bate-pronto, posso citar o Mário Américo, Nocaute Jack, Pai Santana, Seu Riva e Luizão. A maioria, figuras folclóricas do futebol brasileiro. Pelo importante papel que cumprem em qualquer comissão técnica de futebol, mesmo que muitos assim não os considerem, faço uma homenagem a esses profissionais, publicando as fotos de alguns dos massagistas dos grandes clubes do futebol carioca. Na sua grande maioria, são pessoas humildes e carismáticas, que cumprem seus afazeres profissionais com dedicação, zelo e, via de regra, muito amor ao clube de coração, pois eles são geralmente “pratas-da-casa” (pela ordem: Jorginho-Flamengo, Gegê-Fluminense, PC-Vasco e Wagner-Botafogo


Nenhum comentário:

Postar um comentário