Windows Live Messenger

sábado, 13 de abril de 2013








































.




71% dos comunicadores defendem autorregulamentação do setor
 Enviado por luisnassif, sab, 13/04/2013 - 13:44



Por alfeu

Do Comunique-se

Mais de 70% dos comunicadores defendem a autorregulamentação do setor

O tema gera discussões e divide opiniões. Diante das polêmicas e da possível perda de votos, o governo prefere debater sobre a regulamentação da imprensa após a corrida presidencial do próximo ano. Em sua maioria, contudo, os jornalistas são favoráveis à criação de um órgão de autorregulamentação do setor. Pesquisa desenvolvida pela Universidade Federal de Santa Catarina mostra que 71,5% dos profissionais defendem a concepção de uma entidade fiscalizadora.

Das 2.714 pessoas que responderam à pergunta “Qual a sua opinião quanto à criação de um órgão de autorregulamentação do exercício profissional do jornalismo, a exemplo das ordens ou conselhos regionais?”, 13,9% se declararam contrárias à proposta, enquanto 7,3% se posicionaram com indiferença e outras 7,3% não têm opinião formada sobre o assunto.

Com margem de erro inferior a 2%, a pesquisa ouviu 2.731 profissionais, de 25 de setembro a 18 de novembro do ano passado.

Visão política dos jornalistas
Em sua grande maioria, a categoria não é filiada a partidos políticos (92%). Dos 8% ligados a correntes políticas, 41,5% são petistas e, com uma diferença de 33,2 pontos percentuais, o segundo colocado é o Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB), com 8,3% de jornalistas associados.

A maior parte dos profissionais da imprensa não se considera de esquerda, de direita e nem de centro, já que 30% responderam a “nenhuma das alternativas” entre sete opções, que iam de “extrema direita” a “extrema esquerda” para a pergunta “Como você define seu posicionamento ideológico?”. Na sequência, a maior parte define sua visão como esquerda (25%), centro-esquerda (22%) e centro (7%).

Nenhum comentário:

Postar um comentário