Windows Live Messenger

sexta-feira, 7 de dezembro de 2012



Apple voltará a produzir Mac nos Estados Unidos
Enviado por luisnassif, sex, 07/12/2012 - 08:16
Da Folha

Apple vai voltar a produzir Mac nos EUA após mais de uma década

DO "FINANCIAL TIMES"

A Apple vai transferir a produção de alguns de seus computadores Macintosh de volta para os EUA em 2013. Será a primeira vez em mais de uma década que seus produtos serão fabricados no país, e não apenas projetados.

A empresa californiana, a maior do mundo em valor de mercado, transferiu a maior parte da produção para a Ásia nos anos 1990. Ícone em tecnologia e inovação, a Apple recebeu críticas nos últimos anos por exportar empregos.

A maioria dos produtos é feita na China, pela Foxconn.

Tim Cook, o presidente-executivo da Apple, disse que a empresa investiria mais de US$ 100 milhões para devolver pequena parcela das operações industriais aos EUA.

A notícia levou a uma recuperação nas ações da Apple, que subiram ontem 1,6%. Na véspera, haviam caído mais de 6% devido a uma série de temores, entre os quais o potencial aumento dos tributos cobrados pelos EUA sobre o lucro no exterior. O valor de mercado chegou a ficar abaixo de US$ 500 bilhões pela primeira vez desde março.

"No ano que vem, traremos de volta ao país parte da produção do Mac. Estamos trabalhando nisso há muito tempo e estamos mais perto do objetivo", afirmou Cook à "Bloomberg Business Week".

Em entrevista à rede de TV NBC, que seria exibida na noite de ontem, Cook disse que seria difícil transferir toda a produção de volta aos EUA. "Não é tanto uma questão de preço, mas de capacitações."

Analistas afirmam que a decisão pode ajudar a Apple a proteger sua propriedade intelectual.

"Pela primeira vez desde o fim dos anos 1990, a Apple está tomando medidas para controlar as porções finais da cadeia de valor de que participa", disse Horace Dediu, analista na Asymco.
"É um pequeno passo inicial, mas se pode imaginar uma trajetória para esse esforço que traria resultados positivos, da mesma forma que a divisão de varejo começou a dar resultados positivos dez anos depois de a Apple abrir sua primeira loja."

Com o "New York Times"
Tradução de PAULO MIGLIACCI

Nenhum comentário:

Postar um comentário