Windows Live Messenger

quarta-feira, 26 de setembro de 2012

O aplicativo de vídeo





















































.




O aplicativo de vídeo 'on demand' da Globo
Enviado por luisnassif, qua, 26/09/2012 - 09:14

Da Folha

Globo lança aplicativo e acirra disputa por TV na web

Emissora lança em Minas aplicativo pelo qual cliente escolhe o que ver

ALBERTO PEREIRA JR.

De olho no crescimento do consumo de conteúdo fora da TV, a Rede Globo lançou o seu novo aplicativo para vídeo "on demand" em smartphones e tablets: o Globo TV+.

O software permite ao usuário escolher o que ver na programação e nos arquivos da emissora, na hora em que quiser. Ainda em fase de testes, em Minas Gerais, é um avanço em relação ao aplicativo Globo TV, disponível no iTunes há poucos meses e que segue entre os dez mais baixados na rede.

Para assistir aos vídeos, o assinante pagará R$ 12,90 mensais. Quem não quiser pagar a assinatura seguirá tendo acesso a trechos.

"O aplicativo é um desenvolvimento natural dos produtos de internet da Globo, que quer que a experiência de consumir a sua programação seja cada vez mais plural", diz Luiz Cláudio Latge, diretor-executivo de jornalismo e representante do comitê de internet da TV Globo.

Sobre os testes em Minas, Latge afirma que é um Estado importante e representativo do cenário nacional. "As informações que vamos colher nessa praça, sobre a maneira de o público consumir este serviço, serão um indicativo do comportamento dos assinantes em todo o país."

TENDÊNCIA

O investimento da Globo na web segue uma tendência de crescimento desse mercado. Segundo levantamento do Ibope obtido pela Folha, o consumo de conteúdo "on demand", em plataformas como Netflix, Netmovies e iTunes, subiu no país.

Em agosto deste ano, correspondeu a 8,5% dos usuários únicos da internet. Cerca de 4,3 milhões de pessoas, em um universo de 50,7 milhões. Em agosto de 2011, o número de usuários de serviços streaming era de 2,8 milhões.

Não é só a Globo que tenta abocanhar esse público ávido por conteúdo na web.

O Grupo Bandeirantes já disponibiliza a programação das suas rádios e do canal de notícias Band News em aplicativos para celulares e tablets. No sábado, a Band fará um teste, transmitindo ao vivo o Miss Brasil 2012.

SBT e Record também estão desenvolvendo estudos sobre o tema. O aplicativo da Rede TV! para smartphones e tablets já recebeu mais de 13 mil downloads.

PRODUÇÃO NACIONAL

Além de séries e filmes, a novidade é a chegada de produções nacionais em sites como a Netflix e o Netmovies.

"Só neste ano incluímos em nosso catálogo on-line 137 novas produções nacionais entre longas metragens, curtas metragens e documentário", afirma Claudia Woods, CEO do Netmovies.

A partir de outubro, o Netflix vai incluir em seu catálogo todos os longas de Héctor Babenco.

Episódios de "Cocoricó" e do "Roda Viva", ambos da TV Cultura", e do reality "The Ultimate Fighter", da Globo, também estarão disponíveis pelo serviço.

"Estamos sempre em contato com estúdios de TV e distribuidores locais para oferecer aos nossos assinantes brasileiros títulos bons e novos", afirma Nada Antoun, gerente global de Comunicação da Netflix


Nenhum comentário:

Postar um comentário