Windows Live Messenger

quarta-feira, 30 de maio de 2012

Países ricos abrigam 30 milhões de crianças pobres

Por Demarchi
Do Monitor Mercantil
NA FRANÇA ELAS REPRESENTAM 8,8% DA POPULAÇÃO INFANTIL 
Os 35 países mais ricos do mundo já têm 30 milhões de crianças pobres. Isso representa 15% da população infantil assistida pelo Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef). Segundo a Unicef, somente na Europa há 13 milhões de crianças pobres.
Para especialistas, o relatório do Unicef é um alerta aos líderes dos países ricos. O estudo foi feito nos 27 países da União Européia (UE), além de Noruega, Islândia, Austrália, Canadá, Estados Unidos, Japão, Nova Zelândia e Suíça. Os países escandinavos têm somente 3% de crianças pobres.
O Unicef definiu alguns critérios para definir a pobreza, entre eles, acesso a três refeições por dia, com frutas e legumes frescos, livros, conexão à internet e um local calmo para fazer as atividades escolares.
De acordo com o relatório, um dos casos que chamam a atenção é o da França. Para o Unicef, o governo francês desperdiça dinheiro público. A França é o país que mais investe recursos em políticas familiares: 3,7% de seu Produto Interno Bruto (PIB) atrás apenas da Itália.
Apesar disso, a França ocupa o 14° lugar no ranking de crianças pobres. São cerca de 1,3 milhão de crianças consideradas pobres, o equivalente a 8,8% da população infantil. Do total, a metade mora em locais insalubres e 20 mil crianças não têm domicílio fixo. Embora a Unicef não cite, uma das principais causas é aumento do desemprego depois da crise começada em 2008.
http://www.monitormercantil.com.br/mostranoticia.php?id=113485
Nenhum voto
5 comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário