A conduta de Álvaro Dias durante episódio Veja x Dirceu

Por Marco Antonio L.

Roteiro de Cinema grampeia o Senador Álvaro Dias, líder do PSDB

Por Roteiro de Cinema



TWITTER              NOME DO ALVO
@alvarodias_          ÁLVARO DIAS, LÍDER DO PSDB
INTERLOCUTORES
ÁLVARO x ROTEIRODECINEMA
DATA/HORA INICIAL   DATA/HORA FINAL  DURAÇÃO
26/08/2011 20:59         28/08/2011 17:04           44:05:00
RESUMO

Conduta de ÁLVARO DIAS, líder do PSDB no Senado, durante o episódio em que o contraventor CARLINHOS CACHOEIRA e o senador DEMÓSTENES TORRES conspiraram para "por fogo na República" usando o editor da Revista Veja POLICARPO JÚNIOR e o araponga Sargento PMDF JAIRO MARTINS DE SOUZA, vulgo ÍNDIO, "personal araponga" de GILMAR MENDES, para atacar o dirigente petista JOSÉ DIRCEU e rachar o PT ao meio visando desestabilizar o Governo DILMA ROUSSEFF:

href="http://1.bp.blogspot.com/-COF3fBiOgPk/T5y-7YKvW_I/AAAAAAAABeI/y2MWna6yBG0/s1600/Fullscreen+capture+04292012+010934.bmp.jpg">
https://twitter.com/#!/alvarodias_/status/107240751431294976
26 de agosto de 2011 - 21:06

https://twitter.com/#!/alvarodias_/status/107242624053821440
27 de agosto de 2011 - 17:52

https://twitter.com/#!/alvarodias_/status/107556165050843136
27 de agosto de 2011 -  23:43

https://twitter.com/#!/alvarodias_/status/107644449202515968
[A nota no blog do Senador linkada por este tuíte antecipava a matéria da Revista Veja com imagens do Hotel Naoum, classificando como "detalhes saborosos" o que segundo a Polícia Federal foram imagens obtidas ilegalmente pelo Sargento Jairo, "personal araponga" do Ministro Gilmar Mendes, e passada ao editor da Veja Policarpo Junior por intermédio de Carlinhos Cachoeira, com a intenção de rachar o PT entre setores pró-Palocci e pró-Dirceu, e dar munição para Demóstenes (mas também Álvaro) atacarem de paladinos da moralidade contra o "Governo Paralelo" do Hotel Naoum:] 
http://topsy.com/www.alvarodias.blog.br/2011/08/o-governo-paralelo-de-ze-dirceu/
28 de agosto de 2011 - 00:09
[Seis horas depois de publicar a nota antecipando a matéria da Revista Portuguesa Visão, "prima da Veja", a nota já se encontrava deletada no blog do Senador.]

https://twitter.com/#!/alvarodias_/status/107650998859870208
28 de agosto de 2011 - 00:27

https://twitter.com/#!/alvarodias_/status/107655420008607744
28 de agosto de 2011 - 17:04


https://twitter.com/#!/alvarodias_/status/107906495810768897

Hoje também a nota que antecipa a arapongagem da Revista Veja se encontra deletada no blog do Senador. Continuo perguntando ao Senador Álvaro Dias: o senhor não vê nenhum indício de ilegalidade - nos "detalhes saborosos" - nas imagens obtidas por Policarpo Júnior que ilustram a matéria da Revista Veja que o senhor antecipou? Mesmo depois que os "detalhes saborosos" de como foram obtidas se tornaram públicas?  ===== OS DETALHES SABOROSOS =====De como os "detalhes saborosos" foram obtidos.


Excertos do Inquérito contra Carlinhos Cachoeira que corre (lulz) em Segredo de Justiça:


RESUMO 02/08/2011-15/08/2011: CACHOEIRA diz para DEMÓSTENES que POLICARPO, Editor da Veja, está "para estourar aí" e que o JAIRO arrumou pra ele uma fita com imagens obtidas ilegalmente no Hotel Naoum que mostram o dirigente petista JOSÉ DIRCEU encontrando autoridades durante os dias da queda de do ministro ANTÔNIO PALOCCI, e combinando que dali duas semanas, eles (Policarpo, Demóstenes e Cachoeira) colocariam "fogo na República", porque teriam "as cenas" dos "nego procurando Dirceu no Hotel" o que "racharia o PT". Uma "bomba dentro do partido".

[Não é preciso lembrar que a reportagem foi um fiasco e deve ter contribuído muito para a saída de Mario Sabino da editoria da Revista Veja.]
Ontem o Blog do Senador Álvaro Dias noticiava o seguinte: "Fascismo explíc


E a Veja noticiava: "Discurso anti-imprensa 'perde força', diz Alvaro Dias"


Porém, segundo o inquérito vazado, um "suposto conluio entre a imprensa e a quadrilha" não é só "uma invenção". Pelo contrário. "Conluio" (no sentido de maquinação ou conspiração para prejudicar outrem, combinação, arranjo) entre o Editor da Veja e a quadrilha de Cachoeira me parece ser uma conclusão do inquérito da Polícia Federal:RESUMO:
CACHOEIRA utiliza de seu contato com POLICARPO e reportagens da Revista VEJA em favor de seus interesses políticos e negócios escusos:



Quem demanda a convocação do editor da Revista Veja em Brasília POLICARPO JÚNIOR e do Sargento PMDF JAIRO MARTINS DE SOUZA - "representantes do melhor jornalismo investigativo" - para depor na CPI que investiga Carlinhos Cachoeira são os fatos apresentados pelo inquérito. É a Sociedade brasileira e o interesse público.
Não são "o PT e setores a eles aliados" os interessados na investigação da relação de Cachoeira com a imprensa como sustenta o Senador Álvaro Dias. Eu, interessado, não sou nem um nem outro, e eles, o PT e seus aliados, que deveriam pedir formalmente a convocação de Policarpo e Jairo, até agora não o fizeram, pois pode ser - e o que apresento a seguir é só uma ilação corroborada por encontros fortuitos - que Dilma e o PT estejam sofrendo pressão e ameaças de retaliação do conluio de outra organização criminosa. A Máfia dos barões da imprensa.
Investigar a imprensa e sua relação com criminosos não é "afronta à liberdade de expressão", é um direito a informação. É um dever investigar, mesmo que os resultados botem "fogo na República", ao revelar o "Governo Paralelo" de Carlinhos Cachoeira e sua quadrilha de criminosos com tentáculos nos quatro poderes.
Quem leu o inquérito (ou ao menos parte dele) vislumbrou a extensão dos tentáculos de Cachoeira. E quem leu mesmo o inquérito sabe quem é o personagem Álvaro Dias dentro dele e sua participação na história. Um aliado pronto para encampar as denúncias de Cachoeira plantadas na Veja, mas que não poderia ir longe demais nas investidas e investigações. Um Senador manipulado por Cachoeira através de uma revista sem que o Senador sequer soubesse disso. Agora sabe.
Fernando Marés de SouzaArtigo original do Roteiro de Cinema sobre o caso, datado de 29 de Agosto de 2011.
Enquanto isso, no Twitter do Senador Álvaro Dias:
28 de Abril de 2012 - 21:11