Windows Live Messenger

sábado, 17 de dezembro de 2011

Lúcia Padilla Gatto


O sol poente despede-se lentamente. Estrelas aparecem no silêncio. Estrelas cintilando, cadentes, borbulhantes, se unirão aos seus mais íntimos segredos. Estrelas sobre o céu se espalham como galhos, elas olham sem parar ...nos olhamos sem parar... numa cumplicidade absoluta.. tão perto... porém tão longe! Belo passado físico.. (Olavo Bilac)

Nenhum comentário:

Postar um comentário