Windows Live Messenger

terça-feira, 20 de dezembro de 2011

.Mercosul proíbe entrada de barcos das Malvinas


Enviado por luisnassif, ter, 20/12/2011 - 13:06

Do Opera Mundi



Mercosul proíbe entrada de barcos das Malvinas em países-membros do bloco

O chanceler argentino, Héctor Timerman, disse aos membros do Mercosul que a bandeira das Malvinas é "ilegal"



Os presidentes dos países-membros do Mercosul, reunidos nesta terça-feira (20/12) na cúpula do bloco em Montevidéu, aprovaram uma resolução que proíbe a entrada de barcos com bandeiras das Ilhas Malvinas nos portos de cada nação.

A resolução foi acertada pelos chanceleres das nações do bloco durante as reuniões preparatórias para a 42ª Cúpula do Mercosul, que começou nesta segunda na capital uruguaia e se encerra nesta tarde.



Na semana passada, o Uruguai proibiu a entrada de barcos do arquipélago - atualmente sob controle britânico e cuja soberania é reivindicada pela Argentina - no porto de Montevidéu, o que fez a Grã-Bretanha chamar o embaixador no país para consultas.



O ministro das Relações Exteriores do Uruguai, Luis Almagro, assegurou que a "decisão política está tomada" e só restam "aspectos jurídicos relevantes que dão substância à forma como se instrumenta".



O presidente uruguaio, José Mujica, argumentou na ocasião da proibição que a ordem de impedimento cumpria com um trato feito no ano passado pela Unasul (União Nações Sul-Americanos).



O chanceler argentino, Héctor Timerman, agradeceu ontem ao governo do Uruguai pela proibição e disse aos membros do Mercosul que a bandeira das Malvinas é "ilegal".



"O governo argentino agradece ao Uruguai pela posição que tomou, [o país] cumpriu com sua palavra", disse o chanceler argentino.



Nenhum comentário:

Postar um comentário