Windows Live Messenger

sexta-feira, 26 de agosto de 2011

By Vernon Furtado da Silva

É certo que o tempo não passa, mas que passamos por ele. É certo que a vida não finda, mas que vivemos muitas vezes, em direção ao para sempre. Não acabamos, não somos finitos e, sim, partes de um infinito complexo, em busca ou, na direção de um devido equilíbrio. Hoje, ainda homens, amanhã seremos estrelas, a lua, o sol ou, talvez, poeira cósmica. Algo celestial. . . Dependentemente do nosso "status" holográfico continuaremos como partes mais ou, menos, representativas do contexto do universo que vivemos hoje, mesmo que jamais venhamos a conhecer a sua realidade. Nosso destino, como parte dele (universo) é, buscar um ajuste à nossa harmonia. Harmonizando-nos, a ele estaremos fazendo harmonizar. Este ajuste, em grande proporção, depende da nossa capacidade de aprender a criar, sentir e doar amor. Sem resguardo e, principalmente, quando infinito for. . . Por isso use bem o teu amor. Seja prá quem for . . . (Hebert Viana) Believe, on this, as the secret of life. . . (Vernon em dezembro de 2007)

Nenhum comentário:

Postar um comentário